Donar

sexta-feira, 11 de abril de 2014

Ciência e Religião

Foto: Ciência e Religião

Os cientistas materialistas observaram que a luz solar aquece mais intensamente algumas partes da Terra. A Terra, ao irradiar seu calor para o ar e sobre ela mesma, faz com que algumas zonas se aqueçam mais que as outras. As massas de ar quente são mais leves e se elevam, enquanto que as massas de ar frio são pesadas e descem, o que dá lugar a um vento de superfície que sopra desde as regiões de altas pressões, onde caiu a massa de ar frio, às regiões de baixas pressões, onde o ar quente se eleva. A rotação da Terra influi no movimento dos ventos. Os ventos temperados podem tomar água das regiões úmidas da Terra e carregar essa água até que se resfrie o suficiente para que não possa mais ser transportada. É liberada então como chuva, neve ou qualquer outra forma de precipitação. De acordo com esses princípios básicos, mais a observação constante do tempo, os cientistas podem fazer previsões sobre o tempo que teremos no futuro. Até o momento, a confiabilidade das previsões meteorológicas ainda é limitada. 

Os clarividentes podem trazer um maior discernimento  sobre as causas dos padrões meteorológicos. Eles podem ver o interior da Terra e as forças espirituais que ali são influenciadas pelo desenvolvimento moral dos seres humanos e que, por seu turno, influem sobre os fenômenos naturais na Terra, tais como o tempo, terremotos e vulcões. Max Heindel afirma no Conceito Rosacruz do Cosmos que essas forças podem ser percebidas pelos clarividentes no sétimo extrato da Terra. 

"No princípio da evolução consciente do homem essas forças eram muito piores que no presente. Parece que, conforme a humanidade progride moralmente, essas forças melhoram correspondentemente. Igualmente, as falhas morais tendem a desencadear essas forças da natureza e fazer com que causem estragos sobre a Terra, enquanto que a luta por elevados ideais tornam essas forças menos inimigas do homem.... Do ponto de vista oculto, a “mão de Deus” que castigou Sodoma e Gomorra não é uma tola superstição, porque assim como há uma responsabilidade individual ante a Lei de Consequência que traz a cada pessoa a justa retribuição por seus feitos, bons ou maus, há também uma responsabilidade coletiva e nacional que traz para os grupos de pessoas as consequências de suas ações coletivas. As forças da Natureza são em geral os agentes dessa justiça de retribuição…” 

Alguém poderia perguntar se são compatíveis as visões do cientista materialista e do clarividente, já que cada um vê o clima como produto de causas distintas. Para responder a essa pergunta, podemos considerar a seguinte história, também narrada por Max Heindel no Conceito: "Vemos dois homens discutindo na rua e, subitamente, um agride ao outro, fazendo-o cair. Um observador poderá deduzir que um pensamento de ódio foi a causa da agressão. Entretanto, outro observador pode sustentar que a causa da agressão foi o braço do agressor, que para tal contraiu seus músculos e disparou seu braço contra a vítima, que foi então derrubada. Essa observação também está certa, mas é óbvio acrescentar que, se não tivesse havido o pensamento de ódio, a agressão não se teria concretizado.” 

A moralidade das pessoas na Terra pode atuar como causa que afeta a maneira pela qual as diferentes partes do ar se aquecem e se elevam ou se resfriam e descem, ou bem ganham e perdem umidade, influenciando assim os padrões meteorológicos. Emoções tais como o ódio, a tristeza e o medo podem afetar o fluxo de forças vitais e o sangue dentro do corpo humano e levá-lo a uma enfermidade. Algo similar pode ocorrer em grande escala quando um grupo de pessoas compartilha tais sentimentos. Podem afetar assim o fluxo de energias através da atmosfera terrestre e dessa maneira influenciar sobre o tempo. 

Outras causas de padrões meteorológicos, que o clarividente conhece, são as astrológicas, que animam de energia os pensamentos e sentimentos dos homens, tanto de maneira harmoniosa como não harmoniosa, o que por sua vez influi sobre o fluxo de energias na atmosfera, determinando assim o tempo.  

Acima de tudo isso estão os Anjos do Destino. Eles vêem tudo e conhecem as necessidades evolutivas de cada pessoa. Eles determinam o tempo e o lugar de todos os acontecimentos naturais e os caminhos das pessoas, de modo que todos e cada um encontrem exatamente o que necessitam para o seu desenvolvimento. 

Em Marcos 4:35-41 narra-se a história em que Cristo e Seus discípulos foram surpreendidos por uma grande tormenta a bordo de um bote que fazia água. Foi quando Cristo ordenou: “aquiete-se”. O vento cessou e sobreveio uma grande calma. É razoável supor que pensamentos e sentimentos harmoniosos como os que Cristo irradiava possam trazer a calma. 

A próxima vez em que enfrentemos um tempo adverso ou outras inclemências naturais, faríamos bem em elevar nossos corações e mentes para Deus. Melhor ainda seria se pudéssemos manter nossos corações e mentes elevados para Deus e influir em todos os que nos rodeassem para que fizessem o mesmo. Seremos assim capazes de ajudar a acalmar os ventos desta Terra atribulada.
 
Ciência e Religião

Os cientistas materialistas observaram que a luz solar aquece mais intensamente algumas partes da Terra. A Terra, ao irradiar seu calor para o ar e sobre ela mesma, faz com que algumas zonas se aqueçam mais que as outras.... As massas de ar quente são mais leves e se elevam, enquanto que as massas de ar frio são pesadas e descem, o que dá lugar a um vento de superfície que sopra desde as regiões de altas pressões, onde caiu a massa de ar frio, às regiões de baixas pressões, onde o ar quente se eleva. A rotação da Terra influi no movimento dos ventos. Os ventos temperados podem tomar água das regiões úmidas da Terra e carregar essa água até que se resfrie o suficiente para que não possa mais ser transportada. É liberada então como chuva, neve ou qualquer outra forma de precipitação. De acordo com esses princípios básicos, mais a observação constante do tempo, os cientistas podem fazer previsões sobre o tempo que teremos no futuro. Até o momento, a confiabilidade das previsões meteorológicas ainda é limitada.

Os clarividentes podem trazer um maior discernimento sobre as causas dos padrões meteorológicos. Eles podem ver o interior da Terra e as forças espirituais que ali são influenciadas pelo desenvolvimento moral dos seres humanos e que, por seu turno, influem sobre os fenômenos naturais na Terra, tais como o tempo, terremotos e vulcões. Max Heindel afirma no Conceito Rosacruz do Cosmos que essas forças podem ser percebidas pelos clarividentes no sétimo extrato da Terra.

"No princípio da evolução consciente do homem essas forças eram muito piores que no presente. Parece que, conforme a humanidade progride moralmente, essas forças melhoram correspondentemente. Igualmente, as falhas morais tendem a desencadear essas forças da natureza e fazer com que causem estragos sobre a Terra, enquanto que a luta por elevados ideais tornam essas forças menos inimigas do homem.... Do ponto de vista oculto, a “mão de Deus” que castigou Sodoma e Gomorra não é uma tola superstição, porque assim como há uma responsabilidade individual ante a Lei de Consequência que traz a cada pessoa a justa retribuição por seus feitos, bons ou maus, há também uma responsabilidade coletiva e nacional que traz para os grupos de pessoas as consequências de suas ações coletivas. As forças da Natureza são em geral os agentes dessa justiça de retribuição…”

Alguém poderia perguntar se são compatíveis as visões do cientista materialista e do clarividente, já que cada um vê o clima como produto de causas distintas. Para responder a essa pergunta, podemos considerar a seguinte história, também narrada por Max Heindel no Conceito: "Vemos dois homens discutindo na rua e, subitamente, um agride ao outro, fazendo-o cair. Um observador poderá deduzir que um pensamento de ódio foi a causa da agressão. Entretanto, outro observador pode sustentar que a causa da agressão foi o braço do agressor, que para tal contraiu seus músculos e disparou seu braço contra a vítima, que foi então derrubada. Essa observação também está certa, mas é óbvio acrescentar que, se não tivesse havido o pensamento de ódio, a agressão não se teria concretizado.”

A moralidade das pessoas na Terra pode atuar como causa que afeta a maneira pela qual as diferentes partes do ar se aquecem e se elevam ou se resfriam e descem, ou bem ganham e perdem umidade, influenciando assim os padrões meteorológicos. Emoções tais como o ódio, a tristeza e o medo podem afetar o fluxo de forças vitais e o sangue dentro do corpo humano e levá-lo a uma enfermidade. Algo similar pode ocorrer em grande escala quando um grupo de pessoas compartilha tais sentimentos. Podem afetar assim o fluxo de energias através da atmosfera terrestre e dessa maneira influenciar sobre o tempo.

Outras causas de padrões meteorológicos, que o clarividente conhece, são as astrológicas, que animam de energia os pensamentos e sentimentos dos homens, tanto de maneira harmoniosa como não harmoniosa, o que por sua vez influi sobre o fluxo de energias na atmosfera, determinando assim o tempo.

Acima de tudo isso estão os Anjos do Destino. Eles vêem tudo e conhecem as necessidades evolutivas de cada pessoa. Eles determinam o tempo e o lugar de todos os acontecimentos naturais e os caminhos das pessoas, de modo que todos e cada um encontrem exatamente o que necessitam para o seu desenvolvimento.

Em Marcos 4:35-41 narra-se a história em que Cristo e Seus discípulos foram surpreendidos por uma grande tormenta a bordo de um bote que fazia água. Foi quando Cristo ordenou: “aquiete-se”. O vento cessou e sobreveio uma grande calma. É razoável supor que pensamentos e sentimentos harmoniosos como os que Cristo irradiava possam trazer a calma.

A próxima vez em que enfrentemos um tempo adverso ou outras inclemências naturais, faríamos bem em elevar nossos corações e mentes para Deus. Melhor ainda seria se pudéssemos manter nossos corações e mentes elevados para Deus e influir em todos os que nos rodeassem para que fizessem o mesmo. Seremos assim capazes de ajudar a acalmar os ventos desta Terra atribulada.
 

1 comentário:

Cindy Groulx disse...

Blog lindo, será juntaram-se mas nenhuma tecla de junção. Muito obrigado por compartilhar esta bela criação.
No amor luz
Você pode visitar-me no
http://cynthiasfairiesandme.blogspot.ca/
De Lady a fada