Donar

quarta-feira, 16 de abril de 2014

A origem das correntes temporal e espiritual de evolução é a seguinte:

Foto: A origem das correntes temporal e espiritual de evolução é a seguinte:

Jeová criou Eva, um ser humano.

O espírito Lucífero Samael uniu-se a Eva e gerou um filho semi-divino, Caim. Como ele abandonou Eva antes do nascimento do filho, Caim era o filho de uma viúva e uma Serpente da Sabedoria.

Depois Jeová criou Adão, um ser humano iguala Eva.

Adão e Eva se uniram e geraram um filho, humano como eles, cujo nome era Abel. Jeová, por ser o Deus Lunar, está associado à água, daí ter havido inimizade entre Caim, o Filho do Fogo, e Abel, o Filho da Água. Caim, então, matou Abel e Abel foi substituído por Seth.

Com o tempo e através de gerações, os Filhos de Caim tornaram-se os artesãos do mundo, hábeis no uso do fogo e do metal. O ideal deles era masculino, Hiram Abiff, o Mestre artífice.

Os Filhos de Seth, por outro lado, tornaram-se clérigos, que defendiam um ideal feminino, a Virgem Maria, e que regiam seu povo através da água mágica colocada nas portas de seus templos.

Várias tentativas foram feitas para unir as duas correntes da humanidade e emancipá-las de seus progenitores, Jeová e os espíritos Lucíferos.

Com este objetivo, o Templo simbólico foi construído de acordo com as instruções de Salomão, Filho de Seth, e o Mar Fundido foi moldado por Hiram Abo Filho de Caim; mas o objetivo principal foi frustrado como vimos, e a tentativa de unificação malogrou.

Moisés, o líder da antiga dispensação, divinamente indicado e depois renascido como Elias, guiou a humanidade durante os períodos de sua infância, e finalmente encarnou-se como João, o Batista, o arauto da nova dispensação, a Era Cristã. Na mesma ocasião, os outros atores no Drama do Mundo também foram levados ao nascimento para que pudessem servir seus irmãos.

Ao moldar o Mar Fundido, Hiram Abiff recebeu o batismo de fogo de Caim, o que o livrou dos espíritos Lucíferos e foi-lhe dado um novo Martelo e uma nova Palavra. Quando a nova Era se manifestou, ele nasceu como Lázaro, o filho da viúva de Naim, e ressuscitou, pelo aperto forte da garra do leão, para a fileira dos Imortais como Christian Rosenkreuz.

Salomão, o Filho de Seth, renasceu como Jesus. O batismo da água administrado por João como representante de Jeová, também o libertou. Naquele momento, Ele cedeu seu corpo para o Espírito Cristo que estava descendo e permaneceu ao lado do novo líder.

A religião tem sido terrivelmente maculada com o decorrer do tempo, sua pureza primitiva há muito desapareceu sob o regime do credo, e não é mais Católica, isto é, Universal. Seitas e "ismos" proliferam-se em várias direções, mas Jesus, dos mundos invisíveis, ainda envolve com seu amor todos os Filhos de Seth que invocarão seu nome pela fé e, finalmente, unirá as igrejas dispersas no Reino de Cristo.
 
A origem das correntes temporal e espiritual de evolução é a seguinte:

Jeová criou Eva, um ser humano.

O espírito Lucífero Samael uniu-se a Eva e gerou um filho semi-divino, Caim. Como ele abandonou Eva antes do nascimento do filho, Caim ...era o filho de uma viúva e uma Serpente da Sabedoria.

Depois Jeová criou Adão, um ser humano iguala Eva.

Adão e Eva se uniram e geraram um filho, humano como eles, cujo nome era Abel. Jeová, por ser o Deus Lunar, está associado à água, daí ter havido inimizade entre Caim, o Filho do Fogo, e Abel, o Filho da Água. Caim, então, matou Abel e Abel foi substituído por Seth.

Com o tempo e através de gerações, os Filhos de Caim tornaram-se os artesãos do mundo, hábeis no uso do fogo e do metal. O ideal deles era masculino, Hiram Abiff, o Mestre artífice.

Os Filhos de Seth, por outro lado, tornaram-se clérigos, que defendiam um ideal feminino, a Virgem Maria, e que regiam seu povo através da água mágica colocada nas portas de seus templos.

Várias tentativas foram feitas para unir as duas correntes da humanidade e emancipá-las de seus progenitores, Jeová e os espíritos Lucíferos.

Com este objetivo, o Templo simbólico foi construído de acordo com as instruções de Salomão, Filho de Seth, e o Mar Fundido foi moldado por Hiram Abo Filho de Caim; mas o objetivo principal foi frustrado como vimos, e a tentativa de unificação malogrou.

Moisés, o líder da antiga dispensação, divinamente indicado e depois renascido como Elias, guiou a humanidade durante os períodos de sua infância, e finalmente encarnou-se como João, o Batista, o arauto da nova dispensação, a Era Cristã. Na mesma ocasião, os outros atores no Drama do Mundo também foram levados ao nascimento para que pudessem servir seus irmãos.

Ao moldar o Mar Fundido, Hiram Abiff recebeu o batismo de fogo de Caim, o que o livrou dos espíritos Lucíferos e foi-lhe dado um novo Martelo e uma nova Palavra. Quando a nova Era se manifestou, ele nasceu como Lázaro, o filho da viúva de Naim, e ressuscitou, pelo aperto forte da garra do leão, para a fileira dos Imortais como Christian Rosenkreuz.

Salomão, o Filho de Seth, renasceu como Jesus. O batismo da água administrado por João como representante de Jeová, também o libertou. Naquele momento, Ele cedeu seu corpo para o Espírito Cristo que estava descendo e permaneceu ao lado do novo líder.

A religião tem sido terrivelmente maculada com o decorrer do tempo, sua pureza primitiva há muito desapareceu sob o regime do credo, e não é mais Católica, isto é, Universal. Seitas e "ismos" proliferam-se em várias direções, mas Jesus, dos mundos invisíveis, ainda envolve com seu amor todos os Filhos de Seth que invocarão seu nome pela fé e, finalmente, unirá as igrejas dispersas no Reino de Cristo.
 

Sem comentários: