Donar

quarta-feira, 19 de março de 2014

Diagnosticando o Olho

Foto: Diagnosticando o Olho
 
Há um método infalível de saber se a pessoa está ou não realmente obsedada, denominado 
como a diagnose do olho. “O olho é a janela da alma” e só o verdadeiro dono é capaz de 
contrair e expandir a íris, ou pupila, do olho. Se levarmos uma pessoa que se diz obsedada para 
um quarto escuro, veremos que a pupila de seu olho não se expande se ela estiver obsedada. E 
a pupila não se contrairá quando a trouxermos para a claridade ou quando lhe pedirem para 
ler uma letra pequena, nem se expandirá se pedirmos para olhar para um objeto distante. 
Resumindo, a pupila não responderá nem à luz nem à distância quando a pessoa estiver 
obsedada. No entanto, a falta destas respostas nem sempre indica obsessão. Há uma doença 
chamada ataxia loco-motora na qual a íris não responde à distância, mas responde à claridade.

Diagnosticando o Olho

Há um método infalível de saber se a pessoa está ou não realmente obsedada, denominado
como a diagnose do olho. “O olho é a janela da alma” e só o verdadeiro dono é capaz de
contrair e expandir a íris, ou pupila, d...o olho. Se levarmos uma pessoa que se diz obsedada para
um quarto escuro, veremos que a pupila de seu olho não se expande se ela estiver obsedada. E
a pupila não se contrairá quando a trouxermos para a claridade ou quando lhe pedirem para
ler uma letra pequena, nem se expandirá se pedirmos para olhar para um objeto distante.
Resumindo, a pupila não responderá nem à luz nem à distância quando a pessoa estiver
obsedada. No entanto, a falta destas respostas nem sempre indica obsessão. Há uma doença
chamada ataxia loco-motora na qual a íris não responde à distância, mas responde à claridade.

Sem comentários: