Donar

terça-feira, 11 de março de 2014

CORAÇÃO - UM ÓRGÃO MARAVILHOSO

Foto: CORAÇÃO - UM ÓRGÃO MARAVILHOSO 
O corpo denso do ser humano é um órgão maravilhosamente construído, composto de numerosas 
células. Destas células, foram formados admiráveis órgãos para as necessidades evolutivas do 
Espírito residente. Alguns órgãos estão em várias etapas de conclusão; outros estão numa etapa 
de desenvolvimento, como, por exemplo, o coração. 
 
O coração tem um mecanismo magnífico, manifestando grande sabedoria em sua construção. É o 
órgão central do sistema circulatório, atuando como uma força e uma bomba de sucção com 
relação aos vasos sanguíneos. Excetuando os pulmões, é o único órgão do corpo pelo qual passa 
o sangue em cada ciclo. A atividade do coração é necessária para a vida no plano material. 
 
Sendo maravilhoso sob o ponto de vista físico, o coração é muito mais quando o consideramos à 
luz das verdades reveladas pela filosofia oculta. Uma das coisas mais importantes que a ciência 
oculta revelou é que uma mudança está se processando no coração humano que, se 
compreendida, dará uma idéia da importância que o coração de cada Ego desempenha em sua 
evolução. 
 
Temos duas classes de músculos. Um - os músculos voluntários - estão sob o domínio da 
vontade e têm estrias longitudinais e transversais. A outra classe - os músculos involuntários - 
não estão baixo o domínio da vontade e são estriados só longitudinalmente. 
 
O coração é a única exceção a isto. É um músculo involuntário, que normalmente não está baixo 
o domínio da vontade, mas está começando a mostrar estrias transversais como um músculo 
voluntário. A ciência física não foi capaz de determinar a razão disto. 
 
O ocultista pode encontrar a resposta na Memória da Natureza. Desta fonte, ele aprende que, 
quando o Ego procurou pela primeira vez utilizar a força no coração, este órgão estava estriado 
só longitudinalmente, o mesmo que qualquer outro músculo involuntário. Conforme o Ego foi 
adquirindo cada vez mais domínio sobre o coração, as fibras transversais foram-se 
desenvolvendo. Não são tão numerosas nem tão bem definidas quanto as dos músculos que estão 
sob o domínio do corpo de desejos, mas, à medida que os princípios altruístas de amor e de 
fraternidade vão-se tornando mais fortes, e quando gradualmente sobrepassem a razão que está 
baseada no desejo, estas fibras transversais irão ficando mais numerosas e mais marcadas. O 
coração está sempre em estreito contato com o Espírito de Vida, ou seja, o Espírito do amor e da 
unidade. Portanto, o coração é o lar do amor altruísta. 
 
Em nossa civilização, o abismo que se estende entre o coração, o órgão do sentimento, e a mente, 
o órgão da razão, é bastante grande. A mente pede explicações materiais demonstráveis sobre o 
homem e as criaturas que o rodeiam e compõem o mundo dos fenômenos. O coração sente 
instintivamente que existe algo maior e anseia pelo que sente ser uma verdade maior do que 
possa ser compreendida somente pela mente.
 
 
CORAÇÃO - UM ÓRGÃO MARAVILHOSO
O corpo denso do ser humano é um órgão maravilhosamente construído, composto de numerosas
células. Destas células, foram formados admiráveis órgãos para as necessidades evolutivas do
Espírito residente. Alg...uns órgãos estão em várias etapas de conclusão; outros estão numa etapa
de desenvolvimento, como, por exemplo, o coração.

O coração tem um mecanismo magnífico, manifestando grande sabedoria em sua construção. É o
órgão central do sistema circulatório, atuando como uma força e uma bomba de sucção com
relação aos vasos sanguíneos. Excetuando os pulmões, é o único órgão do corpo pelo qual passa
o sangue em cada ciclo. A atividade do coração é necessária para a vida no plano material.

Sendo maravilhoso sob o ponto de vista físico, o coração é muito mais quando o consideramos à
luz das verdades reveladas pela filosofia oculta. Uma das coisas mais importantes que a ciência
oculta revelou é que uma mudança está se processando no coração humano que, se
compreendida, dará uma idéia da importância que o coração de cada Ego desempenha em sua
evolução.

Temos duas classes de músculos. Um - os músculos voluntários - estão sob o domínio da
vontade e têm estrias longitudinais e transversais. A outra classe - os músculos involuntários -
não estão baixo o domínio da vontade e são estriados só longitudinalmente.

O coração é a única exceção a isto. É um músculo involuntário, que normalmente não está baixo
o domínio da vontade, mas está começando a mostrar estrias transversais como um músculo
voluntário. A ciência física não foi capaz de determinar a razão disto.

O ocultista pode encontrar a resposta na Memória da Natureza. Desta fonte, ele aprende que,
quando o Ego procurou pela primeira vez utilizar a força no coração, este órgão estava estriado
só longitudinalmente, o mesmo que qualquer outro músculo involuntário. Conforme o Ego foi
adquirindo cada vez mais domínio sobre o coração, as fibras transversais foram-se
desenvolvendo. Não são tão numerosas nem tão bem definidas quanto as dos músculos que estão
sob o domínio do corpo de desejos, mas, à medida que os princípios altruístas de amor e de
fraternidade vão-se tornando mais fortes, e quando gradualmente sobrepassem a razão que está
baseada no desejo, estas fibras transversais irão ficando mais numerosas e mais marcadas. O
coração está sempre em estreito contato com o Espírito de Vida, ou seja, o Espírito do amor e da
unidade. Portanto, o coração é o lar do amor altruísta.

Em nossa civilização, o abismo que se estende entre o coração, o órgão do sentimento, e a mente,
o órgão da razão, é bastante grande. A mente pede explicações materiais demonstráveis sobre o
homem e as criaturas que o rodeiam e compõem o mundo dos fenômenos. O coração sente
instintivamente que existe algo maior e anseia pelo que sente ser uma verdade maior do que
possa ser compreendida somente pela mente.

Sem comentários: