Donar

quinta-feira, 13 de março de 2014

CONCENTRAÇÃO, MEDITAÇÃO, ORAÇÃO

Foto: CONCENTRAÇÃO, MEDITAÇÃO, ORAÇÃO

Concentração, Meditação e Oração são esforços do Espírito no homem, para 
que ele possa elevar-se acima da simples reflexão material, que consiga 
compreender a eternidade de todo Bem e que encontre aquela centelha vital 
do Deus interno que é inerente a todo ser humano. 
Concentração 
A habilidade de concentrar a mente é essencial ao progresso espiritual porque 
capacita a pessoa a adquirir domínio sobre o corpo de desejos e, finalmente, a 
entrar em contato consciente com os mundos invisíveis. Para aprender a arte 
da concentração, precisamos fixar nossa atenção em um foco e manter nosso 
pensamento sobre esse único objeto ou condição. Precisamos entender que o 
pensamento força é nosso poder principal e devemos aprender a ter controle 
sobre ele. Isto não é fácil de ser conseguido, mas uma tentativa neste sentido 
deve ser feita e será valiosa para nós. É imperativo que tenhamos o controle 
de nossos pensamentos pois, se não o conseguirmos, esse poder fluirá sem 
objetivo, nada realizando. Quando aprendermos a focalizar uma só coisa, 
excluindo todas as outras, tornamo-nos capazes de aumentar nosso poder de 
pensamento e nossa capacidade de usá-lo eficazmente. Obteremos, então, 
qualidade e diminuiremos a quantidade dispersiva.
 
 
 
CONCENTRAÇÃO, MEDITAÇÃO, ORAÇÃO

Concentração, Meditação e Oração são esforços do Espírito no homem, para
que ele possa elevar-se acima da simples reflexão material, que consiga
compreender a eternidade de todo Bem e que encontre aquela c...entelha vital
do Deus interno que é inerente a todo ser humano.
Concentração
A habilidade de concentrar a mente é essencial ao progresso espiritual porque
capacita a pessoa a adquirir domínio sobre o corpo de desejos e, finalmente, a
entrar em contato consciente com os mundos invisíveis. Para aprender a arte
da concentração, precisamos fixar nossa atenção em um foco e manter nosso
pensamento sobre esse único objeto ou condição. Precisamos entender que o
pensamento força é nosso poder principal e devemos aprender a ter controle
sobre ele. Isto não é fácil de ser conseguido, mas uma tentativa neste sentido
deve ser feita e será valiosa para nós. É imperativo que tenhamos o controle
de nossos pensamentos pois, se não o conseguirmos, esse poder fluirá sem
objetivo, nada realizando. Quando aprendermos a focalizar uma só coisa,
excluindo todas as outras, tornamo-nos capazes de aumentar nosso poder de
pensamento e nossa capacidade de usá-lo eficazmente. Obteremos, então,
qualidade e diminuiremos a quantidade dispersiva.

Sem comentários: