Donar

terça-feira, 11 de fevereiro de 2014

Vinte razões pelas quais eu acredito em Astrologia

Foto: Vinte razões pelas quais eu acredito em AstrologiaApesar de hoje a Astrologia estar sendo mais discutida do que no passado, as críticas a seu respeito ainda continuam. Descrevemos aqui vinte motivos pelos quais uma pessoa não precisa se inibir ao afirmar que acredita nessa Divina e Maravilhosa Ciência.A Fundação Nacional da Ciência, situada em Washington D.C agora defende a antiga crença seguida pelos agricultores de que a melhor época para o plantio é regida pela Lua.É de conhecimento de todos o fato de que a Lua rege as marés. Sabemos que os movimentos destas carregam milhões e milhões de toneladas de água; logo, porque não aceitar o fato de que este corpo celeste influencia o homem que possui uma grande quantidade de água em sua constituição física?As pesquisas efetuadas por um médico japonês evidenciam que o movimento dos planetas influencia a composição do sangue humano. Podemos averiguar isto no livro "A Base Científica da Astrologia" do autor Michel Gauquelin. Este livro nos relata o fato de que o sangue é o principal veículo humano o que vem de encontro ao mencionado na Bíblia (Levítico 17:11). Assim sendo é lógico acreditar que os corpos celestiais interferem na vida humana.Todas as pessoas que falam contra a Astrologia não estão devidamente convencidas a respeito de suas posições. Tomemos como exemplo o cientista de Harvard que se pronunciou contra esta ciência e hoje acredita nela. Podemos comprovar este episódio no livro "O meu mundo de Astrologia" do autor Sydney Omarr, capítulo 15.Os famosos astrônomos de todos os tempos: Kepler, Copérnico, Brahe, Galileu e Isaac Newton também acreditavam nesta Ciência.Muitas pessoas que criticam a Astrologia não a estudaram com profundidade, sendo que o seu julgamento é embasado no preconceito. Isaac Newton chegou a ser questionado pelo fato da sua permanente crença nesta ciência , o qual ele retrucou que acreditava nela pelo fato de já tê-la estudado.Jung utilizava a Astrologia no desenvolvimento de seu trabalho.Americanos notáveis como Ralph Waldo Emerson, Thomas Jefferson, Alexander Hamilton, Roosevelt também declararam a sua crença na Astrologia.No famoso debate das Nações Unidas a Astrologia veio à tona. Para maiores detalhes podemos consultar o livro "Está escrito nas Estrelas" de Wm. J. Tucker, onde há o relato deste importante encontro.Ninguém conseguiu contestar a Astrologia de forma convincente. Admitimos que alguns astrólogos falharam em seus julgamentos; fato que pode acontecer com pessoas de todos os ramos de conhecimento, porém os pilares da Astrologia permanecem indestrutíveis!O Governo dos Estados Unidos utilizou a Astrologia a fim de obter a vitória na Segunda Grande Guerra , conforme descrito no livro "O Observador", publicado em janeiro de 1971.A Grã Bretanha também utilizou a Astrologia para derrotar o Hitler. Podemos constatar isto no livro "Astrologia" do autor Joseph Goodvage.Os astrólogos previam os terremotos, conforme podemos averiguar no livro "Astrologia Antiga Ciência Espacial".A Bíblia menciona no capítulo inicial de Gênesis (1:14) que “as estrelas são tidas entre outras coisas como signos”, sendo que estes nos indicam o caminho que é o que a Astrologia faz.A Bíblia, também, evidencia que uma grande batalha militar foi ganha através dos cursos e movimentos das estrelas. Veja em Juízes (5:20).Em Jó (38:31) uma referência é feita a respeito da leve influência das Plêiades. O fato de que as estrelas exercem influência está embasado na Astrologia.O profeta Daniel era um estudante de Astrologia (veja Daniel 5:11). Era muito estimado por Deus, pois um mensageiro divino o denominou de o "bem-aventurado" (Daniel 10:11-19).Os sábios, que vieram da cidade da Judéia , eram astrólogos (Mateus 2:2). Os astrônomos se preocuparam apenas com os aspectos físicos das estrelas sendo que foram os astrólogos que procuraram descobrir o seu real significado. Através da "Estrela de Belém", estes por si foram de encontro ao “Rei dos Judeus".Jesus Cristo menciona os acontecimentos ocorridos nos céus como sendo os presságios dos eventos que iriam ocorrer na Terra .Veja Lucas 21:25.Por milhares de anos a Astrologia tem sido de grande ajuda nas questões de saúde, orientação familiar, vocação profissional e outras etapas significativas da existência humana.Recentemente um artigo do Jornal WaIl Street falou a respeito de um livro que relata como podemos nos orientar através das mensagens oferecidas pelas estrelas.

 
 
 
Apesar de hoje a Astrologia estar sendo mais discutida do que no passado, as críticas a seu respeito ainda continuam. Descrevemos aqui vinte motivos pelos quais uma pessoa não precisa se inibir ao afirmar que acredita nessa Divina e Maravilhosa Ciência.

A Fundação Nacional da Ciência, situada em Washington D.C agora defende a antiga crença seguida pelos agricultores de que a melhor época para o plantio é regida pela Lua.
É de conhecimento de todos o fato de que a Lua rege as marés. Sabemos que os movimentos destas carregam milhões e milhões de toneladas de água; logo, porque não aceitar o fato de que este corpo celeste influencia o homem que possui uma grande quantidade de água em sua constituição física?
As pesquisas efetuadas por um médico japonês evidenciam que o movimento dos planetas influencia a composição do sangue humano. Podemos averiguar isto no livro "A Base Científica da Astrologia" do autor Michel Gauquelin. Este livro nos relata o fato de que o sangue é o principal veículo humano o que vem de encontro ao mencionado na Bíblia (Levítico 17:11). Assim sendo é lógico acreditar que os corpos celestiais interferem na vida humana.
Todas as pessoas que falam contra a Astrologia não estão devidamente convencidas a respeito de suas posições. Tomemos como exemplo o cientista de Harvard que se pronunciou contra esta ciência e hoje acredita nela. Podemos comprovar este episódio no livro "O meu mundo de Astrologia" do autor Sydney Omarr, capítulo 15.
Os famosos astrônomos de todos os tempos: Kepler, Copérnico, Brahe, Galileu e Isaac Newton também acreditavam nesta Ciência.
Muitas pessoas que criticam a Astrologia não a estudaram com profundidade, sendo que o seu julgamento é embasado no preconceito. Isaac Newton chegou a ser questionado pelo fato da sua permanente crença nesta ciência , o qual ele retrucou que acreditava nela pelo fato de já tê-la estudado.
Jung utilizava a Astrologia no desenvolvimento de seu trabalho.
Americanos notáveis como Ralph Waldo Emerson, Thomas Jefferson, Alexander Hamilton, Roosevelt também declararam a sua crença na Astrologia.
No famoso debate das Nações Unidas a Astrologia veio à tona. Para maiores detalhes podemos consultar o livro "Está escrito nas Estrelas" de Wm. J. Tucker, onde há o relato deste importante encontro.
Ninguém conseguiu contestar a Astrologia de forma convincente. Admitimos que alguns astrólogos falharam em seus julgamentos; fato que pode acontecer com pessoas de todos os ramos de conhecimento, porém os pilares da Astrologia permanecem indestrutíveis!
O Governo dos Estados Unidos utilizou a Astrologia a fim de obter a vitória na Segunda Grande Guerra , conforme descrito no livro "O Observador", publicado em janeiro de 1971.
A Grã Bretanha também utilizou a Astrologia para derrotar o Hitler. Podemos constatar isto no livro "Astrologia" do autor Joseph Goodvage.
Os astrólogos previam os terremotos, conforme podemos averiguar no livro "Astrologia Antiga Ciência Espacial".
A Bíblia menciona no capítulo inicial de Gênesis (1:14) que “as estrelas são tidas entre outras coisas como signos”, sendo que estes nos indicam o caminho que é o que a Astrologia faz.
A Bíblia, também, evidencia que uma grande batalha militar foi ganha através dos cursos e movimentos das estrelas. Veja em Juízes (5:20).
Em Jó (38:31) uma referência é feita a respeito da leve influência das Plêiades. O fato de que as estrelas exercem influência está embasado na Astrologia.
O profeta Daniel era um estudante de Astrologia (veja Daniel 5:11). Era muito estimado por Deus, pois um mensageiro divino o denominou de o "bem-aventurado" (Daniel 10:11-19).
Os sábios, que vieram da cidade da Judéia , eram astrólogos (Mateus 2:2). Os astrônomos se preocuparam apenas com os aspectos físicos das estrelas sendo que foram os astrólogos que procuraram descobrir o seu real significado. Através da "Estrela de Belém", estes por si foram de encontro ao “Rei dos Judeus".
Jesus Cristo menciona os acontecimentos ocorridos nos céus como sendo os presságios dos eventos que iriam ocorrer na Terra .Veja Lucas 21:25.
Por milhares de anos a Astrologia tem sido de grande ajuda nas questões de saúde, orientação familiar, vocação profissional e outras etapas significativas da existência humana.
Recentemente um artigo do Jornal WaIl Street falou a respeito de um livro que relata como podemos nos orientar através das mensagens oferecidas pelas estrelas.

Sem comentários: