Donar

quinta-feira, 6 de fevereiro de 2014

AS BEM-AVENTURANÇAS

Foto: AS BEM-AVENTURANÇAS

Correlações Astrológicas (Mateus 5: 3-12)

 

Bem-aventurados os pobres em espírito, porque deles é o Reino dos Céus.

Planeta Mercúrio – Humildade através da mente Crística, onde a nota chave Humildade, significa o poder de Cristo para controlar todas as manifestações e fenômenos que ocorrem na Terra.

Costuma-se dizer que um tolo neste mundo físico não o é diante dos olhos de Deus, uma vez que os valores deste mundo não são os mesmos nos mundos celestiais. Os “pobres em espírito” representam os que não são vaidosos nem orgulhosos de suas posses terrestres, aqueles que vivem uma vida com humildade e modéstia, amando e servindo seus semelhantes; aqueles que não se envaidecem por haverem realizado qualquer coisa no vasto esquema da evolução e relativamente a seu próprio estágio evolutivo. Aqueles que desenvolvem a visão espiritual jamais se tornarão orgulhosos em espírito, uma vez que passam a ver coisas que lhes são reveladas mais claramente com a majestade e o esplendor dos planos e dos seres superiores, bem como a realidade de como servir lá e o quão distante ainda tem que elevar-se.   

Bem-aventurados os que choram, porque serão consolados.

Planeta Vênus – O amor é o grande antídoto. “O perfeito amor expulsa o medo”. A Fé e a Esperança encontram-se no Amor. A nota chave é “conforto” ou “consolação”. O choro e o lamento pertencem ao presente estágio de manifestação. A elevação total do homem até a consciência Crística se transformará na grande paz que atinge todo conhecimento.

É hábito se dizer que um desejo muito forte é o primeiro requisito do estudante ocultista se ele realmente faz progressos no Caminho. Podemos, então, afirmar que Max Heindel possuía uma alma faminta em alimentar-se com as elevadas realizações espirituais que alcançou. E, graças ao seu esforço, hoje, nós podemos evitar o lamento e a tristeza que, muitas vezes, temos para alcançarmos nosso desenvolvimento espiritual, porque nos foram ensinadas as condições ideais de como servirmos e, como resultado, sermos abençoados.

 

Bem-aventurados os mansos, porque eles herdarão a terra.

Lua – Atração e crescimento. A mansidão é impessoal. “Aquele que perder sua vida em meu nome encontra-la-á”. Nota chave: Mansidão ou Impessoalidade, que torna perfeita a auto-renúncia e é conquistada através do Getsêmani e, mais tarde, auxilia o aspirante na consciência da Ascensão.

Geralmente, não se entende que a Terra é um espírito cristalizado. Com o decorrer dos tempos ela ficará cada vez menos densa até tomar as mesmas condições que havia no “Jardim do Éden”. Também é óbvio que as pessoas orgulhosas e egoístas não participarão deste ideal nas condições futuras. Isto é reservado para os mansos. Este versículo também se refere à nossa “terra” pessoal ou corpo físico que, quando espiritualizado caminhará sob as determinações do Cristo Interno e não mais ao orgulhoso e pecador eu inferior.

 

Bem-aventurados os que têm fome e sede de justiça, pois serão fartos.

Planeta Urano – O divino anseio pelo mais elevado. Paixão se transforma em compaixão; o amor egoístico transforma-se em altruísmo; a meta é todos por um e um por todos. O único objetivo da vida é fazer o ideal real. A nota chave é “colocar DEUS antes de tudo”. A força do super-homem ou Adepto.

Este versículo contém, de algum modo, o idêntico significado ao do versículo quatro, pois, quando “choramos” por mais condições espirituais é que nos tornamos famintos e sedentos por aquelas condições. Aqui, Cristo está nos ensinando a grande verdade oculta quando afirma que nossa “fome” e nossa “sede” de justiça serão alcançadas através da verdadeira justiça.   

 

Bem-aventurados os misericordiosos, porque alcançarão misericórdia.

Planeta Júpiter – Pratica somente a misericórdia, a caridade, e a generosidade. “Aquilo que semearmos, nós colheremos”. As vibrações de misericórdia e compaixão de Júpiter atraem benefícios de natureza semelhante. A nota chave é “misericórdia”, a divina compaixão que se manifesta em todos os planos na unidade ou igualdade da vida como um todo.

O versículo sete apresenta-nos, de modo conciso, uma das fundamentais leis do ocultismo – a Lei de Causa e Efeito, também chamada de Lei do Carma. No Antigo Testamento ela se nos apresenta como Lei Mosaica e dá ênfase à afirmação de “olho por olho e dente por dente”. Cristo se referiu a esta Lei quando afirmou que veio não para abolir a Lei, mas para cumpri-la. Ele estava, naquele momento, nos falando sobre essa Lei de Causa e Efeito ou Lei do Carma.

O estudante ocultista sincero tenta liquidar seus débitos cósmicos fazendo tudo aquilo que é bom e construtivo, pois sabe que, mesmo não se recuperando dos erros passados imediatamente, ele equilibrará seu carma e evitará as limitações e o mal que de outro modo lhe adviriam como resultado do descumprimento dessa mesma Lei no passado. Este versículo merece ser objeto de profunda meditação, pois a verdade estabelecida por ele é “aquilo que nós damos, nós receberemos”.  

 

Bem-aventurados os puros de coração, porque verão Deus.

Planeta Marte – O principal trabalho de Marte é a transmutação. O vermelho da natureza inferior transforma-se no puro ouro da natureza superior. A única chave do céu é pureza, castidade. Somente através de uma vida de pureza é possível desenvolver-se os centros espirituais que são as rosas sobre a cruz do corpo. A nota chave é “pureza através da permutação”. O Cristo interno é despertado a fim de contatar-se com o Cristo externo.

Aquele que estuda e vive profundamente a religião conhece perfeitamente, por suas próprias experiências, que diferentes planos de consciência apresentam diferentes graus de pura vibração àqueles que se habilitam e se harmonizam com os mundos superiores.

É uma lei automática e imutável aquela que, seja agora ou com a chamada morte, nós estaremos conscientes somente nos planos superiores que formos capazes de nos harmonizar e nos sintonizar. Entretanto, como Deus é Amor, Verdade, Pureza, etc., fica evidente que não teremos nenhuma consciência d’Ele até e somente quando possuirmos determinado grau de vibração que se harmonize com os atributos de Deus.

 

Bem-aventurados os pacificadores, porque serão chamados filhos de Deus.

Astro Sol – O Sol é a vibração do Cristo sobre a Terra; somente quando o Sol, ou Cristo, é despertado em nosso interior é que alcançamos a perfeita paz. A nota chave é “harmonia”, que faz ressaltar a lei em todas as obras construtivas da Iniciação.

Equilíbrio e completa paz interior distinguem os passos do estudante avançado para alcançar seu objetivo no caminho espiritual. Somente aquele que desenvolve paz interior é capaz de irradiar essa qualidade. Aquele que o fizer certamente estará bem perto dos reinos dos céus. Há uma injunção oculta bem conhecida que diz “Sê pacífico e saberás que EU SOU DEUS”. Isto ocorre quando nós silenciamos nossa personalidade e nos tornamos pacificadores; então, uma “voz serena e suave” nos fala bem dentro de nós e nós compreendemos que somos verdadeiramente filhos de Deus.

 

Bem-aventurados os perseguidos por causa da justiça, porque deles é o Reino dos Céus.

Planeta Saturno – O lugar onde o caminho torna-se estreito como a torre da igreja. Saturno é o látego de pesar e arrependimento para o neófito; a coroa de espinhos transforma-se em um halo radiante somente através da Iniciação. A nota chave é “perseguição”. O mais sutil de todos os testes e onde o aspirante passa tão glorioso como passaram todos os discípulos, excetuando Judas.

Quando nós vivemos no mundo físico, mas não somos do mundo, há muitos “Getsêmanes” através dos quais nós devemos passar. A desarmonia e o egoísmo inerentes à mente materialista das pessoas nos causarão sofrimentos. O odor das bebidas alcoólicas e de tabaco serão desagradáveis para nós, assim como muitas outras coisas que existem neste mundo. Estas coisas somente realçarão a beleza do Espírito no neófito, uma vez que sua meta é o Reino de Deus, que certamente será seu se ele não fraquejar.

 

Bem-aventurados sois quando, por minha causa, vos injuriarem, e vos perseguirem, e, mentindo, disserem todo o mal contra vós.

Planeta Netuno – O Planeta da divindade. O superior que nós aspiramos provavelmente será mal compreendido pelos demais. A nota chave é “autodomínio”. Este autocontrole é a palavra chave dada a todos os discípulos dos Mistérios Cristãos. “Maior é aquele que controla a si mesmo do que aquele que conquista uma cidade”.

 

Regozijai-vos e exultai, porque é grande o seu galardão nos céus; pois assim perseguiram os profetas que vieram antes de vós.

Esta é a síntese das mais elevadas qualidades de todos os planetas. A conquista do homem ao final do presente ciclo terrestre. Este é o caminho mostrado pelo Grande Senhor da compaixão. É aqui onde O encontraremos face a face.


AS BEM-AVENTURANÇAS

Correlações Astrológicas (Mateus 5: 3-12)


...
Bem-aventurados os pobres em espírito, porque deles é o Reino dos Céus.

Planeta Mercúrio – Humildade através da mente Crística, onde a nota chave Humildade, significa o poder de Cristo para controlar todas as manifestações e fenômenos que ocorrem na Terra.

Costuma-se dizer que um tolo neste mundo físico não o é diante dos olhos de Deus, uma vez que os valores deste mundo não são os mesmos nos mundos celestiais. Os “pobres em espírito” representam os que não são vaidosos nem orgulhosos de suas posses terrestres, aqueles que vivem uma vida com humildade e modéstia, amando e servindo seus semelhantes; aqueles que não se envaidecem por haverem realizado qualquer coisa no vasto esquema da evolução e relativamente a seu próprio estágio evolutivo. Aqueles que desenvolvem a visão espiritual jamais se tornarão orgulhosos em espírito, uma vez que passam a ver coisas que lhes são reveladas mais claramente com a majestade e o esplendor dos planos e dos seres superiores, bem como a realidade de como servir lá e o quão distante ainda tem que elevar-se.

Bem-aventurados os que choram, porque serão consolados.

Planeta Vênus – O amor é o grande antídoto. “O perfeito amor expulsa o medo”. A Fé e a Esperança encontram-se no Amor. A nota chave é “conforto” ou “consolação”. O choro e o lamento pertencem ao presente estágio de manifestação. A elevação total do homem até a consciência Crística se transformará na grande paz que atinge todo conhecimento.

É hábito se dizer que um desejo muito forte é o primeiro requisito do estudante ocultista se ele realmente faz progressos no Caminho. Podemos, então, afirmar que Max Heindel possuía uma alma faminta em alimentar-se com as elevadas realizações espirituais que alcançou. E, graças ao seu esforço, hoje, nós podemos evitar o lamento e a tristeza que, muitas vezes, temos para alcançarmos nosso desenvolvimento espiritual, porque nos foram ensinadas as condições ideais de como servirmos e, como resultado, sermos abençoados.



Bem-aventurados os mansos, porque eles herdarão a terra.

Lua – Atração e crescimento. A mansidão é impessoal. “Aquele que perder sua vida em meu nome encontra-la-á”. Nota chave: Mansidão ou Impessoalidade, que torna perfeita a auto-renúncia e é conquistada através do Getsêmani e, mais tarde, auxilia o aspirante na consciência da Ascensão.

Geralmente, não se entende que a Terra é um espírito cristalizado. Com o decorrer dos tempos ela ficará cada vez menos densa até tomar as mesmas condições que havia no “Jardim do Éden”. Também é óbvio que as pessoas orgulhosas e egoístas não participarão deste ideal nas condições futuras. Isto é reservado para os mansos. Este versículo também se refere à nossa “terra” pessoal ou corpo físico que, quando espiritualizado caminhará sob as determinações do Cristo Interno e não mais ao orgulhoso e pecador eu inferior.



Bem-aventurados os que têm fome e sede de justiça, pois serão fartos.

Planeta Urano – O divino anseio pelo mais elevado. Paixão se transforma em compaixão; o amor egoístico transforma-se em altruísmo; a meta é todos por um e um por todos. O único objetivo da vida é fazer o ideal real. A nota chave é “colocar DEUS antes de tudo”. A força do super-homem ou Adepto.

Este versículo contém, de algum modo, o idêntico significado ao do versículo quatro, pois, quando “choramos” por mais condições espirituais é que nos tornamos famintos e sedentos por aquelas condições. Aqui, Cristo está nos ensinando a grande verdade oculta quando afirma que nossa “fome” e nossa “sede” de justiça serão alcançadas através da verdadeira justiça.



Bem-aventurados os misericordiosos, porque alcançarão misericórdia.

Planeta Júpiter – Pratica somente a misericórdia, a caridade, e a generosidade. “Aquilo que semearmos, nós colheremos”. As vibrações de misericórdia e compaixão de Júpiter atraem benefícios de natureza semelhante. A nota chave é “misericórdia”, a divina compaixão que se manifesta em todos os planos na unidade ou igualdade da vida como um todo.

O versículo sete apresenta-nos, de modo conciso, uma das fundamentais leis do ocultismo – a Lei de Causa e Efeito, também chamada de Lei do Carma. No Antigo Testamento ela se nos apresenta como Lei Mosaica e dá ênfase à afirmação de “olho por olho e dente por dente”. Cristo se referiu a esta Lei quando afirmou que veio não para abolir a Lei, mas para cumpri-la. Ele estava, naquele momento, nos falando sobre essa Lei de Causa e Efeito ou Lei do Carma.

O estudante ocultista sincero tenta liquidar seus débitos cósmicos fazendo tudo aquilo que é bom e construtivo, pois sabe que, mesmo não se recuperando dos erros passados imediatamente, ele equilibrará seu carma e evitará as limitações e o mal que de outro modo lhe adviriam como resultado do descumprimento dessa mesma Lei no passado. Este versículo merece ser objeto de profunda meditação, pois a verdade estabelecida por ele é “aquilo que nós damos, nós receberemos”.



Bem-aventurados os puros de coração, porque verão Deus.

Planeta Marte – O principal trabalho de Marte é a transmutação. O vermelho da natureza inferior transforma-se no puro ouro da natureza superior. A única chave do céu é pureza, castidade. Somente através de uma vida de pureza é possível desenvolver-se os centros espirituais que são as rosas sobre a cruz do corpo. A nota chave é “pureza através da permutação”. O Cristo interno é despertado a fim de contatar-se com o Cristo externo.

Aquele que estuda e vive profundamente a religião conhece perfeitamente, por suas próprias experiências, que diferentes planos de consciência apresentam diferentes graus de pura vibração àqueles que se habilitam e se harmonizam com os mundos superiores.

É uma lei automática e imutável aquela que, seja agora ou com a chamada morte, nós estaremos conscientes somente nos planos superiores que formos capazes de nos harmonizar e nos sintonizar. Entretanto, como Deus é Amor, Verdade, Pureza, etc., fica evidente que não teremos nenhuma consciência d’Ele até e somente quando possuirmos determinado grau de vibração que se harmonize com os atributos de Deus.



Bem-aventurados os pacificadores, porque serão chamados filhos de Deus.

Astro Sol – O Sol é a vibração do Cristo sobre a Terra; somente quando o Sol, ou Cristo, é despertado em nosso interior é que alcançamos a perfeita paz. A nota chave é “harmonia”, que faz ressaltar a lei em todas as obras construtivas da Iniciação.

Equilíbrio e completa paz interior distinguem os passos do estudante avançado para alcançar seu objetivo no caminho espiritual. Somente aquele que desenvolve paz interior é capaz de irradiar essa qualidade. Aquele que o fizer certamente estará bem perto dos reinos dos céus. Há uma injunção oculta bem conhecida que diz “Sê pacífico e saberás que EU SOU DEUS”. Isto ocorre quando nós silenciamos nossa personalidade e nos tornamos pacificadores; então, uma “voz serena e suave” nos fala bem dentro de nós e nós compreendemos que somos verdadeiramente filhos de Deus.



Bem-aventurados os perseguidos por causa da justiça, porque deles é o Reino dos Céus.

Planeta Saturno – O lugar onde o caminho torna-se estreito como a torre da igreja. Saturno é o látego de pesar e arrependimento para o neófito; a coroa de espinhos transforma-se em um halo radiante somente através da Iniciação. A nota chave é “perseguição”. O mais sutil de todos os testes e onde o aspirante passa tão glorioso como passaram todos os discípulos, excetuando Judas.

Quando nós vivemos no mundo físico, mas não somos do mundo, há muitos “Getsêmanes” através dos quais nós devemos passar. A desarmonia e o egoísmo inerentes à mente materialista das pessoas nos causarão sofrimentos. O odor das bebidas alcoólicas e de tabaco serão desagradáveis para nós, assim como muitas outras coisas que existem neste mundo. Estas coisas somente realçarão a beleza do Espírito no neófito, uma vez que sua meta é o Reino de Deus, que certamente será seu se ele não fraquejar.



Bem-aventurados sois quando, por minha causa, vos injuriarem, e vos perseguirem, e, mentindo, disserem todo o mal contra vós.

Planeta Netuno – O Planeta da divindade. O superior que nós aspiramos provavelmente será mal compreendido pelos demais. A nota chave é “autodomínio”. Este autocontrole é a palavra chave dada a todos os discípulos dos Mistérios Cristãos. “Maior é aquele que controla a si mesmo do que aquele que conquista uma cidade”.



Regozijai-vos e exultai, porque é grande o seu galardão nos céus; pois assim perseguiram os profetas que vieram antes de vós.

Esta é a síntese das mais elevadas qualidades de todos os planetas. A conquista do homem ao final do presente ciclo terrestre. Este é o caminho mostrado pelo Grande Senhor da compaixão. É aqui onde O encontraremos face a face.

Sem comentários: